Myke Carvalho descobre e lapida talentos no Pará

<p>Mesmo antes da abertura, &agrave;s 9h da manh&atilde;, os garotos se aglomeram. Pr&oacute;ximos da porta ainda fechada, conversam sobre o treino do dia anterior, alguns j&aacute; aproveitam a espera para enrolar as bandagens nas m&atilde;os. Os mais novos observam, atentos, como os mais experientes manuseiam a bandagem, j&aacute; com certa habilidade.</p>
<p class=”MsoNormal”>As portas se abrem e as luzes acendem iluminando as fotos ampliadas dos grandes momentos de uma carreira vitoriosa, montadas em um quadro ao lado do ringue. Elas s&atilde;o a motiva&ccedil;&atilde;o dos sessenta jovens alunos de Mike Carvalho, um dos grandes nomes do Boxe do Brasil da &uacute;ltima d&eacute;cada.</p>
<p class=”MsoNormal”>Por amor &agrave; nobre arte, Myke criou o projeto &quot;Descobrindo Talentos&quot;, que possui sessenta alunos com idades entre 8 e 17 anos. Pelo menos doze deles j&aacute; participam de competi&ccedil;&otilde;es das categorias juvenil e cadete. O foco do projeto est&aacute; no trabalho de base. &quot; Eu quero levantar o Boxe no Par&aacute;&quot;, diz Myke, orgulhoso.</p>
<p class=”MsoNormal”>Em apenas dois anos de trabalho, os primeiros frutos j&aacute; s&atilde;o colhidos e alimentam o sonho do restante dos garotos. Um deles, Juan Guimar&atilde;es, brilhou no &uacute;ltimo Campeonato Brasileiro Juvenil, realizado em Salvador. Juan conquistou a medalha de Prata e, com ela, a certeza de que pode al&ccedil;ar voos mais altos.</p>
<p class=”MsoNormal”>&quot;Eu utilizo toda a minha experi&ecirc;ncia adquirida nas bases de treinamento internacionais e na Sele&ccedil;&atilde;o Brasileira de Boxe para preparar essa molecada&quot;. Myke talvez seja o atleta de Boxe Ol&iacute;mpico mais &quot;rodado&quot; da atualidade. Ele esteve em nada menos que tr&ecirc;s edi&ccedil;&otilde;es dos Jogos Ol&iacute;mpicos (Atenas, China e Londres) e pelo menos cinco campeonatos mundiais entre outras dezenas de competi&ccedil;&otilde;es internacionais desde o ano de 2003.</p>
<p class=”MsoNormal”>No projeto, Myke conta com o indispens&aacute;vel apoio de seu primo Junior Ribeiro, que &eacute; treinador de Boxe. Os dois promovem lutas entre os garotos que j&aacute; t&ecirc;m condi&ccedil;&otilde;es de competir internamente e desafios contra outras academias de Bel&eacute;m. Somente entre os meses de novembro e dezembro a Associa&ccedil;&atilde;o de Lutas Myke Carvalho promoveu tr&ecirc;s eventos. &quot;Estou com cinco garotos em condi&ccedil;&otilde;es de disputar o Campeonato Brasileiro Cadete de 2017.&quot; A ideia &eacute; que eles disputem os eventos nacionais bem preparados, j&aacute; em ritmo de luta.</p>
<p class=”MsoNormal”>Mas a cobran&ccedil;a n&atilde;o acontece apenas durante os treinos. Os alunos precisam ter um bom rendimento na escola e n&atilde;o devem faltar nos treinamentos sem justificativa. J&aacute; para participar das competi&ccedil;&otilde;es, os garotos precisam de autoriza&ccedil;&atilde;o dos pais, que lotam a academia para assistirem, orgulhosos, a atua&ccedil;&atilde;o dos filhos no ringue. &quot;Eu tenho que limitar a entrada na academia por quest&atilde;o de seguran&ccedil;a. As fam&iacute;lias lotam o espa&ccedil;o em todos os eventos&quot;.</p>
<p class=”MsoNormal”>O espa&ccedil;o f&iacute;sico &eacute; pequeno, mas as emo&ccedil;&otilde;es s&atilde;o enormes e seriam muito maiores com um local maior para a realiza&ccedil;&atilde;o dos eventos. &quot;Estamos em busca de apoio para melhorar cada vez mais o nosso trabalho&quot;.</p>
<p class=”MsoNormal”><b>Sonho Ol&iacute;mpico<o:p></o:p></b></p>
<p class=”MsoNormal”>Tudo come&ccedil;ou no quintal de casa, ao lado dos tios, amantes da nobre arte. Myke deu os primeiros golpes sob o ch&atilde;o batido, cercado por um ringue improvisado de cordas, sem nenhum equipamento.&nbsp; &quot;Desde crian&ccedil;a eu sonhava em ter minha pr&oacute;pria academia. Eu sei exatamente do que esses garotos precisam para vencer. Quem sabe conquistar uma medalha ol&iacute;mpica.&quot;</p>
<p class=”MsoNormal”>A ideia agora &eacute; levantar o Boxe em seu estado natal. Myke pertence a uma gera&ccedil;&atilde;o vitoriosa do Boxe paraense, que inclui o 11 vezes campe&atilde;o brasileiro e campe&atilde;o sul-americano Rafael Lima, e dos medalhistas pan-americanos Davi Souza e James Dean Pereira. &quot;Estou tentando movimentar o Boxe no Par&aacute; para que os nossos atletas estejam novamente entre os melhores.&quot;</p>
<p class=”MsoNormal”>Myke Carvalho se utiliza da mesma seriedade e vontade de vencer de sua carreira como atleta, para cuidar do projeto. Ele &eacute; um exemplo fiel da diferen&ccedil;a que o esporte pode fazer na vida das pessoas.</p>
<p class=”MsoNormal”>Confira algumas <a href=”https://www.facebook.com/CBBoxe/photos/pcb.1254420751316899/1254419724650335/?type=3&amp;theater”>imagens.</a></p>