Brasil está em três finais nos Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018

 

Confirmando o desenvolvimento do Boxe do Brasil, garantimos presença em três finais nos Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018.

Luiz Fernando (69kg) foi o primeiro a abrilhantar o Boxe brasileiro nas semifinais desta terça-feira contra o chileno Andres Zuleta. De forma agressiva, os atletas iniciaram na curta distância em um combate corpo a corpo de muita força de ambos os lados. O brasileiro obteve vantagem tanto nos ganchos lançados ao corpo quanto nos cruzados que pegavam atrás das luvas do chileno.

No 2º round o chileno não aguentou a força física e potência dos golpes do brasileiro que foi literalmente destruindo a sua condição física. Foram ganchos de esquerda e vários diretos no corpo do chileno que apenas tentava se manter em pé. Esse round terminou 10:8, pontuação dada por todos os juízes.

No 3º round o brasileiro manteve o trabalho de curta distância. Novamente o chileno apenas se movia e fugia para ficar em pé até o final do round. Desta forma, o brasileiro passa para as finais enfrentando agora o experiente atenta venezuelano que foi medalhista de bronze no mundial 2013 e participou da Rio 2016, Gabriel Maestre.

Já Beatriz Ferreira (60kg) utilizou de sua força física e venceu por RSC no 2º round depois do árbitro abrir três contagens protetoras para a Equatoriana. Foi uma das lutas mais rápidas da noite. Na final, Bia vai lutar contra a colombiana atual campeã dos jogos Bolivarianos, Yeni Castaneda.

Todas as finais ocorrerão nesta quarta-feira, a partir das 16h do horário brasileiro.

A outra final com as cores da nossa bandeira será entre Wanderson de Oliveira (60kg) e o venezuelano Luiz Cabrera.

Cleverton Lucas (81KG) foi derrotado pelo atleta venezuelano Nalek Corbaj por 5:0 e ficou com a medalha de Bronze. O atleta venezuelano teve vantagem no combate de curta distância, dificultando o jogo do atleta do Brasil.

Hebert William (75kg) perdeu por decisão dividida para o atleta da Colômbia, Jorge Palácios, em luta de extrema intensidade e trocas de golpes e técnica. O ginásio aplaudiu de pé os dois boxeadores.  Vale ressaltar que Hebert lutou com um atleta experiente que já foi a dois campeonatos mundiais e esteve na Rio 2016. Hebert Também Ficou com Bronze.

Para completar as três medalhas de Bronze para o Brasil nos Jogos, Graziele de Jesus (51kg) também subirá ao pódio para receber a sua medalha de Bronze.

Dos oito brasileiros que participaram dos Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018, seis conquistaram medalhas. Foram três medalhas de Bronze e mais três chances de conquistar o Ouro. Uma belíssima campanha do Boxe do Brasil em uma das mais importantes competições das Américas.